Mamães e a moda: análises de Débora Máximo

0

A digital influencer, mãe de Bernardo e Maria Eduarda, fala sobre o assunto 

 Com a chegada do mês de maio, o foco é todo dado para as mamães: personalidade, prato preferido e até mesmo, o time do coração. Assuntos que, por sinal, os filhos sabem perfeitamente. Mas, se a conversa for o estilo de cada uma, é hora de pensar na maneira como se vestem, quais modelos de sapato atendem ao seu gosto e os tipos de brincos, pulseiras, anéis, cordões, tudo o que adoram! E para ajudá-las, a influenciadora Débora Máximo, fala sobre “Moda para Mães”. 

Não há moda específica para as mamães. É o que diz a digital influencer. Segundo ela, já teve época em que se usavam roupas mais tradicionais. Entretanto, existem características que as representam e o vestido é uma delas. “O midi, cores, flores, estampas florais”. 

Débora fala que percebeu algo importante, durante a pandemia. Por ter sido um momento bastante difícil, as mães ficaram muito atribuladas com o trabalho, tarefas de casa, crianças, motivo pelo qual as deixava cansadas. “A gente escolhe looks que sejam bem fáceis de usar para não perder tempo compondo um. Porém, acaba com o nosso prazer na hora de se vestir. Por isso, é bacana voltar com essa sensação prazerosa de colocar uma roupa que você gosta. Montar um look da cabeça aos pés. 

Para comemorar o seu dia, no próximo domingo, Débora diz que gostaria de usar um vestido e que toda vez que coloca, se olha e fala, para ela mesma, que está com muita “cara de mãe”. Acrescenta: Uma saia midi, rodada ou plissada, com uma blusa com decote canoa, tem bem a marca delas. São looks que eu gosto, são exemplos clássicos e são bem-vindos!”. 

Débora Máximo e os filhos, Bernardo e Maria Eduarda
Foto: Andreia Oliver

Débora menciona que uma opção que acha legal é o tricô. “A gente está entrando no outono-inverno, e além de estar em alta, é uma peça temporal, que poderá ser utilizada durante anos. É super interessante! Agora, temos o colete, que podemos colocar em cima de uma camisa branca, de botão. É a minha cara! (Risos)”. Também cita o lenço e relembra que fez muito sucesso no verão. Diz que foi essencial para prender o cabelo com rabo de cavalo baixo e que no inverno, se usará no pescoço, amarrado. Algumas cores da estação mais quente, virão com tons mais fortes, com mais quantidade de preto, na composição. O rosa e o verde, mais escuros, sem esquecer do vinho. 

Casaco trench coat. Débora conta  que está super em alta e é um ótimo presente, mas sugere que seja uma cor mais nude. Atemporal, combina com qualquer ocasião. “Se colocar um tricô por baixo, fica mais quente. Se coloca só ele, fica maravilhoso. Pode usar com vestido, com uma calça branca. Ele é muito fácil de combinar”. 

Acessórios: 

  • Bolsas: não há como não gostar de ganhar! Eu acho interessante! 
  • Sapatos: acredito que, com a pandemia, muitos sapatos ficaram no armário, sem ser usados. Se você ganhar um a mais, talvez, não seja bem recebido por todos. Eu ficaria feliz! Eu amo sapatos! (Risos) 
  • Colares: a gente usa vários colares ou, apenas, um só, de corrente. Quando a gente é mais jovem, prefere peças mais leves: correntes fininhas. Mas, com o tempo, passa a ser sem graça. Preferimos as mais grossas e talvez, as mais finas, mas aquelas que tenham uma pedra bonita, que despertem a atenção. 
  • Brincos: podem ser pequenos, mas que chamem a atenção.