A recolocação no mercado de trabalho ainda é algo difícil de se enfrentar

0

Pandemia gerou alta no número de desempregados e déficit na aquisição de novos funcionários

A taxa de desemprego teve uma alta avassaladora em 2020 por conta da pandemia de coronavírus. Muitos trabalhadores perderam seus empregos e outros encontraram uma dificuldade maior ainda de ingressar no mercado de trabalho.

De acordo com a  Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o percentual de  desemprego de 2020 é o maior da série histórica iniciada desde 2012. A taxa média no país atingiu 13,5%, sendo as maiores no Nordeste do país e as menores no Sul. Algumas percentagens foram: na Bahia ( 19,8%), Alagoas (18,6%), Sergipe (18,4%) e Rio de Janeiro (17,4%).

Tendo em vista este cenário, enocntram-se alguns pontos que podem ajudar a  conseguir uma recolocação no mercado de trabalho ou o ingresso nele. A especialista em desenvolvimento humano Ester Gomes deu algumas dicas para auxiliar nesse processo:

“ Para que você consiga se recolocar no mercado de trabalho precisa de um curriculo atualizado, claro e com foco no seu objetivo. Ou seja, o primeiro passo é reconhecer suas competências , preferências e seu propósito profissional.

Em seguida, tenha consciencia de que só enviar o seu currículo para uma empresa não é o bastante. O Rh delas recebem em torno de 500 currículos por dia então a chance do seu ser visualizado é incerta, por isso é necessario que você amplie o seu networing. O que seria isso? É você buscar informações e ficar atento as oportunidades criando uma lista de empresas, contatos e conversas informais que possam gerar algo para você no futuro. Lembre do seu foco, não saia espalhando seu currículo em qualquer vaga pois isso pode ser prejudicial, observe onde estão precisando de um funcionário com o seu perfil.

É importante também que você estude e se prepare para os seus processos seletivos, isso gera uma confiança e ela vista por aquele que te avalia. Resumindo, estruture um currículo claro e objetivo, no qual você procure sempre manter atualizado, não se  contenha somente em sites de vagas amplie sua rede e comprenda seus processos seletivos estando preparado para passar por todos eles.”